DA CÂMERA À TELA: CINEMA E REALIZADORES INDÍGENAS NO RIO GRANDE DO SUL

Da câmera à Tela: cinema e realizadores indígenas no Rio Grande do Sul  é um texto que fala sobre o cinema feito por cineastas indígenas do Rio Grande do Sul. Nessa produção quatro realizadores Mbyá Guarani contam suas trajetórias, suas primeiras experiências com o cinema, as diferentes maneiras que o audiovisual entrou e se faz presente nas terras indígenas. Patrícia Ferreira Para Yxapy, da Terra Indígena Ko’enju em São Miguel das Missões; Gerson Karaí Gomes, da Terra Indígena da Estiva em Viamão; Vhera Xunu, da Terra Indígena Itapuã em Viamão; e Pará Rete, da Terra Indígena do Cantagalo, também em Viamão. O texto apresenta uma lista com 22 produções audiovisuais realizadas cineastas indígenas do Rio Grande do Sul. Não é uma lista completa dessas produções realizadas no Estado, mas pode ser um início para quem está interessado em conhecer os povos indígenas da região, suas vidas, demandas e modos de ser.

Esse projeto foi contemplado pelo edital emergencial de auxílio à cultura – Processo seletivo de propostas artísticas, formativas e documentais da cadeia produtiva da cultura, através da prefeitura de Porto Alegre, sua Secretaria Municipal da Cultura e por meio da Coordenação de Cinema e Audiovisual.

Leia também aqui.