III MOSTRA TELA INDÍGENA

No Brasil existem centenas de povos indígenas que possuem língua, organização social, filosofia, modo de viver, arte e música particulares. Vivem em todas as regiões do Brasil e das Américas em ambientes urbanos ou em florestas, em terras indígenas demarcadas ou em acampamentos na beira de estradas. Mesmo estando por todo esse território que antecede os Estados Nacionais, a população não indígena tem pouco contato com as ideias desses povos, seus cineastas, seus artistas e seus pensadores.

Através de longas, ficções, curtas, animações e documentários os cineastas indígenas vêm lutando com a câmera na mão. Mostrando o olhar daqueles que raramente são vistos, filmam a nós e a eles mesmos mudando a narrativa e nos provocando a sensação de estarmos com os pés fixos no chão. Articulam conflitos coloniais que duram séculos com suas concepções filosóficas, visuais e mesmo emocionais, produzindo filmes que são também manifestos de um mundo perdido, mas também de um mundo por vir.

Percebendo isso, começamos a nos movimentar para ligar e pôr em diálogo essas diversas imagens, filosofias, modos de pensar e de entender o mundo. Iniciamos a Mostra Tela Indígena como um projeto de extensão de estudantes de Ciências Sociais e Antropologia que exibiam filmes no Cinema Universitário da UFRGS. E agora haverá continuidade na Cinemateca Capitólio, espaço não só histórico, mas também ponto de resistência na cidade de Porto Alegre. Nas sessões, convidaremos os realizadores indígenas dos filmes, estimulando a troca de ideias entre esses artistas e o público em geral. Entre as sessões de cinema, serão organizados debates com pensadores, lideranças, artistas e cineastas indígenas. Assim, durante a semana da Mostra, o Capitólio se transforma em território indígena, contando também com performances, obras de arte e música indígena. E claro, a própria exibição dos filmes.

A III Mostra Tela Indígena será esse espaço de ligação entre olhares. Convidamos cineastas indígenas e não indígenas para que nos enviem os seus trabalhos. Não estimulamos a competição entre filmes, e sim a divulgação da riqueza de cada um deles.


 

  1. DOS OBJETIVOS

 

  • Divulgar filmes produzidos por indígenas ou com temática indígena.

  • Promover o encontro e a troca de saberes entre diferentes povos indígenas entre si e com não indígenas.

  • Debater o panorama histórico e sociopolítico dos povos indígenas nas Américas através da linguagem cinematográfica.

  • Conhecer a filosofia e o modo de viver indígenas por meio do diálogo com pensadores convidados.

  • Oferecer espaços entre artistas indígenas e produtores culturais, a fim de estimular novas produções artísticas no futuro.

2. DO PERÍODO

 

A III Mostra Tela Indígena acontecerá entre 13 e 17 de setembro de 2018, na Cinemateca Capitólio, em Porto Alegre. A data ainda está sujeita a mudanças.

 

3. DAS CONDIÇÕES

 

Os filmes inscritos deverão ser ou produzidos por cineastas indígenas ou abordar esta temática, mesmo que seus realizadores sejam não indígenas. Frisamos, entretanto, que o Tela Indígena dá preferência a realizadores indígenas para divulgarem suas obras neste espaço. A Mostra recebe tanto curtas, médias quanto longas-metragens, seja em animação ou live action. O Tela Indígena aceita filmes de toda as Américas. Os filmes não necessitam ser inéditos e podem estar disponíveis online. A resolução mínima aceita para as produções selecionadas para o III Mostra Tela Indígena deverá ser de 720p, contudo a curadoria dará preferência para produções realizadas com resoluções de 1080p ou superiores.

 

4. DOS PRAZOS

 

As inscrições para a III Mostra Tela Indígena serão abertas no dia 10 de abril de 2018 e serão encerradas às 23h59min do dia 10 de junho de 2018.

 

5. DA INSCRIÇÃO

 

A inscrição é gratuita, podendo ser realizada pelo site  www.mostratelaindigena.com.br.

A inscrição ocorre por meio do preenchimento da Ficha de Inscrição disponível no site.

 

O envio da cópia do filme para seleção se dará através do envio de LINK PRIVADO, utilizando qualquer plataforma de hospedagem de vídeos (como YouTube / Vimeo / GoogleDrive / etc.), informada na Ficha de Inscrição.

 

Poderá ser responsável pela inscrição o Produtor/Produtora do filme, bem como Diretor/Diretora ou qualquer pessoa autorizada pelos mesmos.


 

6. DO IDIOMA

 

Os filmes inscritos devem ter necessariamente legendas em português, espanhol OU inglês. Sendo o filme selecionado, será de responsabilidade dos produtores do filme o envio de uma cópia de exibição contendo legendas em português até um prazo determinado pelos organizadores da Mostra.

 

7. DA SELEÇÃO

 

Os filmes inscritos serão selecionados pela equipe de curadores da Mostra Tela Indígena.

A equipe de curadoria da III Mostra Tela Indígena se permite convidar filmes não inscritos para a Mostra.

A Mostra Tela Indígena não é competitiva.

Após a seleção, as cópias de exibição deverão ser enviadas para um endereço informado pela produção da Mostra, em mídia digital física (HDs/PenDrives/etc.). Os custos de envio da cópia de exibição serão inteiramente de responsabilidade dos produtores do filme selecionado. O retorno das cópias será de responsabilidade da produção da Mostra.

Os realizadores dos filmes selecionados concordam com o uso de frames, trechos, imagens e sons das obras para divulgação das mesmas.



Contato: mostratelaindigena@gmail.com

REGULAMENTO TELA INDÍGENA 2018